Redação Central, 5 fev (EFE).- O programa dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi, cujas disputas começam nesta quinta-feira e durarão até o próximo dia 23, acrescenta 12 novas provas em comparação ao dos Jogos de Vancouver (Canadá) há quatro anos, e com isso terá 98 provas em 15 modalidades diferentes.


Em 6 de abril de 2011, o Comitê Olímpico Internacional (COI) aprovou a entrada no programa olímpico de inverno de seis modalidades: a prova por equipes da patinação artística, o salto feminino do esqui nórdico, o revezamento misto do biatlo, o halfpipe do esqui estilo livre masculino e feminino e os revezamentos por equipes do luge.


Três meses depois, em 5 de julho de 2011, a entidade acrescentou outras seis especialidades: o slopestyle tanto do esqui estilo livre quanto do snowboarding e o slalom paralelo, também do snowboarding. Todas essas três serão disputadas no masculino e no feminino.


Na nova prova de revezamento misto do biatlo, competirão equipes formadas por dois homens e duas mulheres. Elas começam o percurso em 6 quilômetros, e eles darão continuidade em 7,5 quilômetros. Cada biatleta dispara duas vezes (uma agachada e outra de pé), e por cada tiro errado terão de dar uma volta em um anel de 150 metros.


Para a prova por equipes de patinação artística, cada país terá um homem, uma mulher, um casal e uma dupla de dança no gelo. A equipe que somar mais pontos entre as quatro especialidades ficará com o ouro.


Também é nova a prova de revezamento do luge. Cada equipe participante deve ter uma mulher, um homem e uma dupla masculina. Começam as moças, e para que o participante masculino possa sair a equipe que o precede deve ativar um sensor após a linha de chegada.


O slopestyle tanto de esqui estilo livre quanto de snowboarding é disputado em uma pista especial na qual cada participante executa diferentes manobras. Quem receber mais pontos fica com o ouro o ouro. A competição começa com uma classificatória de duas fases com 30 homens e 24 mulheres. Os 12 melhores em cada categoria avançam à final.


O halfpipe do esqui chega este ano ao calendário olímpico e tem o mesmo formato que o de snowboarding. Os esquiadores executam truques e manobras através de uma pista em forma de meio tubo.


Também são novos o salto feminino do esqui nórdico, apenas a partir do trampolim normal de 90 metros, e o slalom paralelo do snowboarding, que se junta ao já "veterano" slalom gigante desse esporte.


None


As especialidades dos Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi são as seguintes:.


None


- BIATLO:.


O biatlo é uma combinação de esqui cross-country e tiro que entrou no programa olímpico em 1960 e que em Sochi constará de 11 provas, uma a mais que em Vancouver, com o revezamento misto.


. Homens: revezamento 4x7,5km, sprint 10km, perseguição 12,5km, largada coletiva 15km e individual 20km.


. Mulheres: revezamento 4x6km, sprint 7,5km, perseguição 10km, largada coletiva 12,5km e individual 15km.


. Revezamento misto: 2x6km + 2x7,5km.


None


- BOBSLED:.


Os trenós em forma de bala deslizam em uma pista de gelo em contínuo desnível. Os tripulantes empurram o trenó para lhe dar velocidade e entram quando ele já está em movimento. O que se senta à frente, o piloto, dirige o bólido para tomar a linha de maior velocidade possível nas curvas. Homens e mulheres fazem quatro descidas por equipe.


. Homens: duplas e quartetos.


. Mulheres: duplas.


None


- COMBINADO NÓRDICO:.


É uma prova que soma os resultados dos saltos de trampolim e do esqui cros-country e que sempre pertenceu ao programa olímpico, embora apenas para homens. A largada na prova de esqui é feita em função dos resultados nos saltos e com uma diferença que é estabelecida segundo os metros obtidos previamente.


. Homens: individual em pista normal 90m + 10km), individual em pista longa 120m + 10 km e por equipes em pista longa 120m + 4x5km.


None


- CURLING:.


O chamado "xadrez dos esportes de inverno" participa de uma edição dos Jogos pela quinta vez como esporte oficial, depois de quatro como exibição.


Há uma competição masculina e outra feminina, ambas com dez equipes de quatro integrantes. Após uma fase de grupos, são disputadas as semifinais e a final.


None


- ESQUI ALPINO:.


É considerado como o "esporte rei" dos Jogos de Inverno. Há cinco especialidades, todas elas com competições entre homens e entre mulheres: downhill, slalom (masc e fem), slalom gigante, super-G e super combinado (downhill + slalom).


None


- ESQUI ESTILO LIVRE:.


Apareceu no programa olímpico em Albertville, em 1992, e as modalidades em Sochi serão Esqui estilo livre mogul, saltos, cross, halfpipe e slopestyle, tanto para homens quanto para mulheres. É uma modalidade que mistura o esqui alpino com acrobacias e surgiu nos Estados Unidos nos anos 60.


None


- ESQUI CROSS-COUNTRY:.


Um total de 12 provas, seis masculinas e seis femininas, compõe o programa dos Jogos da modalidade mais antiga, que se divide em provas de estilo clássico e estilo livre.


None


. Homens: clássico (15km), skiathlon (30km), largada coletiva (50km), revezamento (4x10km), velocidade individual e velocidade por equipes.


. Mulheres: clássico (10km), skiathlon (15km), largada coletiva (30km), revezamento (4x5km), velocidade individual e velocidade por equipes.


None


- HÓQUEI NO GELO:.


O torneio de hóquei no gelo terpa 12 equipes masculinas e oito femininas.


None


- LUGE:


O luge é um dos esportes dos Jogos cujo equilíbrio exige uma medição mais precisa do tempo, até os milésimos. Esporte olímpico desde 1964, tem competições individuais masculina e feminina e por duplas, que podem ser de qualquer sexo, mas que na prática são sempre masculinas. Em Sochi, além disso, haverá uma prova de revezamento por equipes.


None


- PATINAÇÃO ARTÍSTICA:.


A patinação artística, que nunca ficou de fora dos Jogos Olímpicos de Inverno, tem atualmente quatro provas, individual masculina e feminina, casais e dança no gelo, as duas últimas mistas, além de uma por equipes.


None


- PATINAÇÃO DE VELOCIDADE:.


Está no programa dos Jogos de Inverno desde a primeira edição e as distâncias em disputa são 500m, 1.000m, 1.500m, 5 mil e 10 mil metros para os homens e os 500m, 1.000m, 1.500m, 3 mil e 5 mil metros para as mulheres, assim como a modalidade da perseguição, tanto masculina quanto feminina. A corrida é disputada em um anel de 400 metros e de duas raias, com um patinador em cada uma.


None


- PATINAÇÃO DE VELOCIDADE EM PISTA CURTA:.


Ao contrário do que acontece na patinação de velocidade, os participantes competem entre si, e não contra o relógio. Cada corrida tem quatro patinadores, e os dois primeiros passam à fase seguinte. O óvalo da pista mede 111,12 metros e não está dividido em raias.


Os homens disputam individualmente os 500m, 1.000m e 1.500m e o revezamento de 5 mil metros; as mulheres, individualmente os 500m, 1.000m e 1.500m e um revezamento de 3 mil metros. Nas provas por equipes, um patinador pode dar o bastão a outro a qualquer momento.


None


- SALTOS DE ESQUI:.


Os saltos masculinos, no programa olímpico desde 1924, são disputados atualmente em três modalidades: trampolim de 90 metros ou normal, trampolim de 120m ou longo e uma prova por equipes de quatro concorrentes, também no de 120m. Em Sochi, haverá a estreia da prova feminina, ocorrida apenas no trampolim de 90 metros.


Pontuam o estilo e a distância atingida, e cada saltador tem duas tentativas. A soma das duas pontuações é a que conta.


None


- SKELETON:.


Reestreou no calendário olímpico nos Jogos de Salt Lake City, em 2002, depois da presença em St. Moritz (Suíça) em 1928 e 1948. É uma modalidade de trenó, muito parecida ao luge, mas na qual o tripulante se deita sobre o veículo e o movimenta com os ombros.


É disputada uma prova individual masculina e outra feminina, cada uma com quatro descidas.


None


- SNOWBOARDING:.


O programa de snowboarding estreou no programa olímpico em Nagano, em 1998, e é composto de dez provas - cinco para homens e cinco para mulheres -, quatro a mais que em Vancouver, onde não houve o slalom e o slopestyle. Em Turim, entrou para o programa o snowboard cross, e antes já havia o slalom paralelo, o slalom gigante paralelo e o halfpipe. EFE