Bia Haddad estreará contra australiana e pode encarar Pliskova em Melbourne

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/01/2018 12h05
Reprodução / FacebookReprodução / FacebookÚnica representante brasileira, Bia Haddad disputará o seu primeiro Aberto da Austrália

Única representante do País na chave feminina do Aberto da Austrália, Beatriz Haddad Maia conheceu nesta quinta-feira (11) a sua primeira adversária no Grand Slam. A brasileira vai estrear em Melbourne diante da local Lizette Cabrera, a 157ª colocada no ranking da WTA.

Bia Haddad, a número 71 do mundo, duelou com Cabrera nesta semana pela primeira rodada do WTA de Hobart e a derrotou por 6/3 e 6/2. “Acabamos de nos enfrentar em Hobart. Acredito que será uma boa estreia. Estou ansiosa, natural, é meu primeiro Aberto da Austrália. Chego aqui com duas semanas de torneio (Auckland e Hobart), fiz uma boa preparação e agora é dar o meu melhor”, afirmou a brasileira, que está em Melbourne desde quarta-feira.

Em caso de triunfo, Bia Haddad deverá se encontrar na segunda rodada com a tcheca Karolina Pliskova, ex-líder do ranking e atual número 6 do mundo. Lucie Safarova, também da República Tcheca, é uma potencial adversária na terceira rodada. Já a britânica Johanna Konta e a Barbora Strycova são possíveis rivais nas oitavas de final do Aberto da Austrália.

Ainda afastada das competições oficiais após ser mãe, a norte-americana Serena Williams não vai defender o título conquistado em 2017 em Melbourne. Batida pela irmã na decisão do ano passado, Venus estreará contra a suíça Belinda Bencic, que recentemente conquistou o título da Copa Hopman ao lado de Roger Federer, e poderá duelar nas quartas de final do Aberto da Austrália com a compatriota Sloane Stephens, atual campeã do US Open.

Do mesmo da chave de Venus, a dinamarquesa Caroline Wozniacki vai estrear contra a romena Mihaela Burzanescu. A número 2 do mundo pode se encontrar com a holandesa Kiki Bertens na terceira rodada e com a letã Jelena Ostapeno ou a norte-americana Coco Vanderweghe nas quartas de final. Wozniacki e Venus podem se encontrar nas semifinais.

Líder do ranking da WTA, mas ainda em busca do seu primeiro título de Grand Slam, a romena Simona Halep vai estrear em Melbourne contra a australiana Destanee Aiava, convidada da organização. Na segunda rodada, ela poderá se encontrar com a canadense Eugenie Bouchard, finalista de Wimbledon em 2014. Nas semifinais, a espanhola Garbiñe Muguruza, atual campeã do Grand Slam londrino, poderá duelar com a número 1 do mundo.

Muguruza, porém, caiu em um quadrante complicado, que conta com a russa Maria Sharapova e a alemã Angelique Kerber, que já foram campeãs em Melbourne, e a norte-americana Madison Keys, finalista do US Open em 2017. A francesa Jessika Ponchet será a adversária da espanhola na estreia. E ela poderá pegar a polonesa Agnieszka Radwanska na terceira rodada.

Sharapova, que faturou o título do Aberto da Austrália em 2008 e disputou outras três finais, ficou fora do evento em 2017, pois cumpria suspensão de 15 meses por doping, após testar positivo em exame antidoping em Melbourne em 2016. E ela poderá se encontrar na terceira rodada com Kerber. Na primeira, jogará diante da alemã Tatjana Maria. Depois, pegará a letã Anastasija Sevastova ou a norte-americana Varvara Lepchenko.