0:00
0:00

Com fim de jejum na Ferrari, Vettel comemora vitória e dobradinha no Brasil

  • Por Estadão Conteúdo
  • 12/11/2017 18h30

EFE

A vitória de Sebastian Vettel em Interlagos foi a quinta do alemão na temporada 2017

A Ferrari começou a temporada 2017 da Fórmula 1 como uma das favoritas. E o alemão Sebastian Vettel manteve este status ao brilhar no começo do campeonato. Porém, uma série de falhas, decisões ruins e falta de sorte acabaram com as chances de a equipe italiana brigar pelo título, que acabou no colo do inglês Lewis Hamilton.

A sequência ruim da Ferrari culminou num jejum de sete etapas sem vitórias. Até que Vettel venceu o GP do Brasil neste domingo (12). O alemão largou em segundo lugar, mas buscou o triunfo ao fazer grande largada, superando o pole position Valtteri Bottas, da Mercedes.

“Tive uma grande largada. O Valtteri me apertou. Depois teve o safety car. Tive a chance de atacar por dentro”, disse Vettel, ao destacar seu melhor momento na prova disputada no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. “Tivemos todos mais ou menos o mesmo ritmo na corrida, foi realmente muito difícil, não houve espaço para erros”.

O alemão reconheceu que o triunfo veio em bom momento, depois da frustração de perder o título para Hamilton na etapa passada, no México. “Estou muito feliz com a vitória e com o pessoal da equipe. Eles vêm trabalhando duro. As últimas semanas foram bem difíceis para nós, então é legal alcançar o que conseguimos hoje e ter os dois carros aqui. É uma grande conquista”.

A dobradinha só foi possível neste domingo porque o finlandês Kimi Raikkonen resistiu às investidas de Hamilton nas voltas finais da prova. “Lewis se aproximou de mim, mas aí também me aproximei de Sebastian e Valtteri. No final, já não estava tão preocupado”, disse o campeão mundial de 2007.

Com o triunfo em Interlagos, Vettel praticamente assegurou o vice-campeonato no Mundial de Pilotos. O alemão chegou aos 302 pontos, contra 280 de Bottas. Com a diferença, Vettel garante o segundo lugar na última etapa do ano, em Abu Dhabi, se chegar em oitavo lugar, independentemente do resultado do rival finlandês.