0:00
0:00

Assista ao vivo

Com reservas, Brasil massacra Paraguai na estreia no Sul-Americano de Vôlei

  • Por Estadão Conteúdo
  • 08/08/2017 09h47
Reprodução / Facebook / CBVSeleção masculina disputa Sul-Americano no Chile

A Seleção Brasileira masculina de vôlei estreou com um fácil vitória no Campeonato Sul-Americano Masculino. No fim da noite de segunda-feira (7), a equipe superou o Paraguai por 3 sets a 0, com parciais de 25/4, 25/14 e 25/10, em partida disputada no Ginásio Olímpico Regional UFRO, em Temuco, no Chile.

O técnico Renan Dal Zotto escalou um time formado basicamente por reservas, bem diferente do que foi vice-campeão da Liga Mundial recentemente. Assim, a Seleção começou o duelo com o levantador Raphael, o oposto Renan, os centrais Isac e Otávio, os ponteiros Douglas e Rodriguinho e o líbero Thales.

O Brasil massacrou a seleção paraguaia no primeiro set da partida, a ponto de abrir uma incrível vantagem de 13/1, levando apenas quatro pontos na parcial. No segundo, o Paraguai tentou oferecer mais dificuldade, tendo ido ao segundo tempo técnico em desvantagem de 16/8. No terceiro, a Seleção também enfrentou alguma resistência, deslanchando após liderar o placar por 13/8.

“Tivemos a oportunidade de dar uma mexida boa no time hoje. Jogamos com jogadores que vinham atuando um menos e todos estão de parabéns porque ditaram o ritmo do jogo o tempo todo”, destacou Renan.

O duelo foi válido pela primeira rodada do Grupo A do Sul-Americano. O Brasil volta a jogar nesta terça-feira (8), às 22 horas, diante da Venezuela. E Renan prevê um confronto bem mais complicado diante de um adversário que também venceu na estreia – superou a Colômbia por 3 a 1.

“Esse era jogo difícil por termos poucas informações sobre o Paraguai. Seguramente, era a equipe que nos daria menos trabalho no grupo, já que esperamos um ritmo completamente diferente nos dois próximos jogos. A Venezuela amanhã (terça-feira), com certeza, vai exigir muito do nosso time. Tem tudo para ser um jogo equilibrado”, concluiu Renan.

Depois, na quarta-feira, às 15h, a equipe vai encerrar a sua participação na fase de grupos contra a Colômbia. As semifinais e a decisão do Sul-Americano serão disputados na quinta e na sexta-feira.