Coreias desfilam sob mesma bandeira na abertura dos Jogos de Inverno

  • Por Agência EFE
  • 09/02/2018 11h52
Christian Bruna/Agência EFEcoreia do sul, coreia do norte, PyeongchangAs delgações da Coreia do Sul e do Norte desfilaram juntas na abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pyeongchang

As equipes olímpicas das Coreias do Sul e do Norte desfilaram nesta sexta-feira juntas sob uma mesma bandeira pela primeira vez em 12 anos na Cerimônia de Abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de PyoeonChang, que acontecem em território sul-coreano.

Os atletas da Coreia do Norte e da Coreia do Sul, dois países divididos desde 1945, desfilaram sob uma bandeira com a península coreana em azul sobre um fundo branco e no meio de uma sonora ovação dos 35 mil espectadores que abarrotam o Estádio Olímpico.

Os porta-bandeiras da equipe unificada, vestida de branco, foram a jogadora de hóquei sobre gelo, Hwang Chung-gum, e o piloto sul-coreano de bobsled Won Yun-jong.

Na tribuna de autoridades do Estádio Olímpico, assistiram ao desfile Kim Yo-jong, irmã do líder norte-coreano Kim Jong-un, o presidente honorário da Coreia do Norte, Kim Yong-nam, e o presidente sul-coreano, Moon Jae-in, que receberam com entusiasmo a equipe unificada postos em piei.

Após o desfile, foi interpretada a tradicional canção coreana “Arirang”, considerada o hino extraoficial dos dois países, com uma emocionante encenação.

A última vez que as duas Coreias, que se encontram tecnicamente em guerra há mais de 70 anos, participaram juntas de um desfile olímpico foi nos Jogos de Inverno de Turim, em 2006.

Antes, tinham feito o mesmo nas cerimônias de abertura dos Jogos de Verão de Sydney 2000 e de Atenas 2004.

Este gesto simboliza uma grande aproximação após uma década marcada pelas más relações entre os países vizinhos e o avanço do programa nuclear norte-coreano, que gerou um grave aumento da tensão na península.

Além disso, os históricos acordos alcançados em janeiro para os Jogos de Inverno ajudaram a formar uma seleção conjunta de hóquei feminino sobre gelo, uma decisão que gerou polêmica na Coreia do Sul.

Trata-se da terceira vez que uma equipe coreana unificada se apresenta em um evento esportivo, e a primeira desde 1991, ano em que as duas Coreias competiram juntas no Campeonato Mundial de Tênis de Mesa no Japão e no Mundial Sub-20 de Futebol em Portugal.

Coreia do Sul, coreia do norte, jogos olímpicos de invernom, PyeongChang