Serena Williams anuncia que não disputará o Aberto da Austrália

  • Por Estadão Conteúdo
  • 05/01/2018 08h39

EFE

Serena foi campeã do Australian Open e cuidou da gravidez durante boa parte do ano

Sete vezes campeã e atual detentora do título, a tenista norte-americana Serena Williams está fora do Aberto da Austrália, primeiro Grand Slam do ano, que tem início no próximo dia 15, em Melbourne. O anúncio foi feito pela própria organização do torneio nesta sexta-feira (5).

“Depois de competir em Abu Dhabi percebi que apesar de estar muito próxima, ainda não estou onde pessoalmente quero estar”, afirmou a tenista dos Estados Unidos por intermédio de um comunicado.

“O meu treinador e a minha equipe sempre disseram ‘você só poderá jogar quando estiver em totais condições’. Já posso competir, mas não quero só competir, quero fazer bem mais do que isso e para tal preciso de mais um pouco de tempo”.

Serena, de 36 anos, tenta recuperar a melhor forma física, após se tornar mãe em setembro. Ela retomou as atividades em quadra nas últimas semanas do ano e até participou de uma exibição em Abu Dhabi, na qual foi derrotada pela letã Jelena Ostapenko por 2 sets a 1, nos Emirados Árabes Unidos, no dia 30 de dezembro.

Mesmo exibindo grande disposição e preparo físico, a norte-americana mostrou falta de ritmo de jogo e demorou para “entrar” naquela partida. Sua meta era fazer o retorno oficial ao circuito em Melbourne, onde estava inscrita.

Com sua desistência, aumenta a lista de baixas no primeiro Grand Slam do ano. Nos últimos dias, o escocês Andy Murray e o japonês Kei Nishikori, ambos por causa de lesão, também anunciaram que não jogariam em quadras australianas. O sérvio Novak Djokovic, que perdeu parte da temporada passada em razão de problema físico, ainda é dúvida para o Aberto da Austrália.