0:00
0:00

Presidente do UFC admite que luta entre Mayweather e McGregor é “possível”

  • Por EFE
  • 16/03/2017 10h18
Instagram/ReproduçãoInstagram/ReproduçãoDana White

Dana White

O presidente do UFC, Dana White, reconheceu em um programa de televisão nos Estados Unidos que a luta entre o ex-campeão mundial de boxe Floyd Mayweather e o lutador irlandês Conor McGregor é “possível”.

White, que a princípio era contra a realização do combate, reconheceu durante uma entrevista no talk show americano Conan que ainda não há um acordo para o potencialmente lucrativo combate – fala-se de bolsas de mais de US$ 100 milhões -, mas sugeriu que poderia ser só questão de tempo.

“Acho que vai acontecer”, declarou White. “Embora também reconheça que vai ser um acordo difícil, porque, obviamente, há muitos interesses e egos envolvidos neste acordo e também um grande número de pessoas, o que faz com que o processo seja difícil”.

No entanto, White, que no início do ano se mostrava pessimista, e previu uma “queda épica” de McGregor se tentasse lutar boxe sem a permissão do UFC, também deixou claro que se trata de um combate que vai movimentar muito dinheiro, e por isso é muito provável que aconteça.

McGregor, de 28 anos, é o campeão do peso leve do UFC e tem contrato exclusivo com a organização presidida por White, que chegou a afirmar que as chances de a luta ser realizada eram as mesmas de ele ser o quarterback do New England Patriots no Super Bowl.

Além disso, o empresário também lembrou a demora de Mayweather para concordar em lutar com o campeão filipino Manny Pacquiao. De acordo com White, o boxeador americano pode precisar de mais tempo antes de fechar todos os termos do contrato para que McGregor possa assiná-lo.

Mas a realidade é que o combate, que foi definido como “único”, pouco a pouco vai superando obstáculos burocráticos, que são os mais difíceis de solucionar. Em dezembro do ano passado, McGregor conseguiu uma licença oficial de boxeador da Comissão Atlética da Califórnia.

“Muitas coisas fazem com que esta luta seja intrigante”, avaliou White. “Conor McGregor é enorme, está no auge de sua carreira, Floyd tem 40 anos”.

White também lembrou que “Floyd sempre teve problemas com canhotos. Conor (McGregor) é um canhoto, e bate forte. Quando ele bate nas pessoas, elas caem. Floyd Mayweather definitivamente não vai nocauteá-lo. Isso é certo”.

Depois, o presidente do UFC quis deixar claro que não tinha dito que McGregor venceria o combate, mas que o transformaria em algo especial: “não estou dizendo que Conor ganharia esta luta de boxe, mas seguramente a deixaria interessante”, ressaltou White.

Mayweather, que se aposentou em 2015 com 49 vitórias e nenhuma derrota, anunciou recentemente em Londres que tinha saído de sua aposentadoria com o único objetivo de enfrentar McGregor.

White também rejeitou os boatos sobre a luta já estar marcada para o dia 10 de junho em Las Vegas. “McGregor não deve voltar às atividades em poucos meses, dado que tirou um tempo para descansar enquanto espera o nascimento de seu primeiro filho, previsto para o mês de maio”, acrescentou White.