0:00
0:00

Real goleia Granada e só depende das suas forças para ser campeão

  • Por Estadão Conteúdo
  • 06/05/2017 18h06
EFEEFEJames Rodriguez marcou dois gols na vitória sobre o Granada

James Rodriguez marcou dois gols na vitória sobre o Granada

O Real Madrid nem precisou contar com a sua força máxima para conquistar mais uma vitória no Campeonato Espanhol. Mesmo tendo as atenções divididas pela participação nas semifinais da Liga dos Campeões da Europa, o time goleou o Granada por 4 a 0, fora de casa, pela 36ª rodada, com todos os gols sendo marcados durante o primeiro tempo. Assim, segue dependendo apenas das suas forças para faturar o título nacional. 

A vitória deixou o Real Madrid aos mesmos 84 pontos do Barcelona, que ocupa a liderança por estar em vantagem nos critérios de desempate, mas só tem mais dois jogos a fazer, enquanto o rival entrará em campo três vezes. Já rebaixado, o Granada é o penúltimo colocado do Campeonato Espanhol com 20 pontos. 

Depois de superar o Atlético de Madrid por 3 a 0 no jogo de ida das semifinais da Liga dos Campeões, o Real Madrid voltará a jogar na próxima quarta-feira contra o rival no Vicente Calderón. Às vésperas do importante compromisso, o técnico Zinedine Zidane optou por poupar alguns dos seus principais jogadores, como Cristiano Ronaldo, Marcelo e Kroos. 

Ainda assim, o Real Madrid construiu a sua goleada com extrema facilidade. Logo aos dois minutos, o time abriu o placar após um chute cruzado de Morata, que James Rodríguez desviou para as redes. O colombiano voltou a aparecer aos dez minutos. Dessa vez, Fabio Coetrão cruzou para James ampliar a vantagem ao marcar de cabeça. 

O terceiro gol do Real Madrid teve a participação direta de dois brasileiros. Aos 29 minutos, Casemiro lançou Danilo, que entrou na área e deu passe para trás, encontrando Morata. O atacante finalizou forte e a bola bateu no travessão antes de entrar na meta defendida por Ochoa. 

E o Real Madrid fechou o placar aos 34 minutos. Em contra-ataque, Asensio acionou Morata, que deu um drible seco no seu marcador e chutou forte marcando o seu segundo gol na partida. Ainda antes do intervalo, o Real abusou das chances perdidas, com Lucas Vásquez parando no travessão e Casemiro perdendo uma oportunidade clara, sem goleiro na meta, após rebote. 

Na etapa final, o jogo seguiu movimentado e foi mais equilibrado, mas ninguém marcou. Assim, o time madrilenho contou com as forças dos seus reservas para aplicar a goleada e seguir firme na luta pelo título espanhol.