0:00
0:00

Richarlison se manifesta sobre proposta do Palmeiras: “Praticamente irrecusável”

  • Por Jovem Pan
  • 12/06/2017 14h41 - Atualizado em 29/06/2017 00h08
Nelson Perez / Fluminense FCNelson Perez / Fluminense FCProposta do Palmeiras pelo atacante Richarlison seria de 12 milhões de euros
Rio de Janeiro - 22/04/2017 - MARACANÃ Fluminense x Vasco se enfrentam esta noite pelo Campeonato Carioca 2017. FOTO NELSON PEREZ/FLUMINENSE F.C. IMPORTANTE: Imagem destinada a uso institucional e divulgação, seu uso comercial está vetado incondicionalmente por seu autor e o Fluminense Football Club. IMPORTANT: image intended for institutional use and distribution. Commercial use is prohibited unconditionally by its author and Fluminense Football Club

Depois do Fluminense divulgar por meio de nota que as negociações com o Palmeiras estavam encerradas, o atacante Richarlison se manifestou em suas redes sociais nesta segunda-feira (12). O camisa 70 do Fluminense desabafou sobre as críticas sofridas por não ter entrado em campo contra o Verdão, no sábado (10), e ao contrário do que se esperava, o atacante deixou o seu futuro em aberto.

“Não sei o que vai acontecer a partir de agora. Se a negociação acontecer, vou motivado para buscar meu espaço em um outro grande clube, com a chance de disputar uma Libertadores. Se ficar, fico feliz e continuarei fazendo o meu melhor, como sempre fiz, dando a vida pelo Fluminense dentro de campo”, escreveu Richarlison.

O Palmeiras procura um atacante para repor as saídas de Alecsandro, que foi para o Coritiba, e Rafael Marques, que saiu para o Cruzeiro. Segundo informações de bastidores, o clube alviverde estaria disposto a pagar 12 milhões de euros, cerca de R$ 43,9 milhões pelo atleta de 20 anos, proposta que o próprio atleta considerou tentadora.

“Na última semana, eu recebi uma proposta praticamente irrecusável do Palmeiras, tanto do ponto de vista profissional quanto financeiro. Até onde soube, se tratava da maior transação interna entre clubes do Brasil em termos de valores, disse o atacante do Fluminense em outro trecho do seu desabafo.

Apesar de toda indefinição, Richarlison deve se apresentar na tarde desta segunda-feira no CT do Fluminense, para treinar. Na próxima quinta-feira (15), o clube carioca enfrenta o Grêmio, às 21 horas, no estádio do Maracanã, pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro.

Confira a publicação feito pelo atacante em seu Instagram:

 

Fala, pessoal! Depois de tanta coisa dita nos últimos dias a meu respeito, me sinto na obrigação de dar a minha versão dos fatos. Especialmente em respeito à torcida do Fluminense, minha família, amigos e todos que me apóiam de alguma maneira. Espero que compreendam que essa será a primeira e ÚNICA vez que falarei sobre isso. Na última semana, eu recebi uma proposta praticamente irrecusável do Palmeiras, tanto do ponto de vista profissional quanto financeiro. Até onde soube, se tratava da maior transação interna entre clubes do Brasil em termos de valores. Por coincidência, a negociação veio a acontecer justamente na semana do confronto entre os dois times. Alguns dias depois, informações sobre isso começaram a circular na imprensa e isso me deixou um pouco preocupado. É fato que foi uma proposta que me balançou e me tentou muito. Acho que não existe mal nenhum nisso. É do ser humano, é natural. Era algo que mudaria a minha vida. Quem não quer ser valorizado assim? Fora tudo isso, que já seria o suficiente para mexer com qualquer um, é sabido por todos no clube que venho jogando com um problema no tornozelo há algum tempo, tomando remédios para dor, e ainda tenho uma lesão no cotovelo, que inclusive tenho precisado de uma proteção para poder jogar. Todo o burburinho e o fato de não estar 100% fisicamente me deixaram inseguro para entrar em campo. Por isso, conversei com os meus empresários e eles me orientaram a me abrir com o professor Abel. Foi isso que fiz e ele me entendeu. Ele me disse que já foi jogador, sabe como são essas coisas e aceitou o meu pedido de não jogar contra o Palmeiras, pois eu estava receoso de que pudesse atrapalhar o desempenho do time. Depois disso, ouvi e vi quieto muitas coisas que não gostei e não achei justas. É muito fácil dizer para o Brasil todo que sou influenciável sem ao menos conhecer todo o contexto. Difícil é jogar no fio da navalha sem estar na melhor das condições. O pior é ouvir isso de pessoas que nunca trocaram sequer uma palavra comigo e que não me conhecem minimamente para falar esse tipo de coisa. Aos que dizem que sou pouco profissional, provavelmente não saibam das minhas condições físicas. (Continua…)

Uma publicação compartilhada por Richarlison (@richarlison.9) em