0:00
0:00

Santos volta a vencer o Paysandu e avança às quartas da Copa do Brasil

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/05/2017 00h12
RICARDO LIMA/ESTADÃO CONTEÚDORICARDO LIMA/ESTADÃO CONTEÚDOBruno Henrique marcou dois gols e foi o destaque na vitória do Santos ante o Paysandu
PA - PAYSANDU-SANTOS - GERAL - O jogador Bruno Henrique do Santos comemora gol durante partida entre Paysandu PA e Santos SP, válida pela Copa do Brasil, no estádio do Mangueirão em Belém (PA), nesta quarta-feira (10). 10/05/2017 - Foto: RICARDO LIMA/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

O Santos jogou desfalcado, mas a ausência de David Braz e Copete não atrapalhou e o time conseguiu passar para as quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira, a equipe venceu novamente o Paysandu, por 3 a 1, no Mangueirão, em Belém. Como já haviam levado a melhor no jogo de ida por 2 a 0, na Vila Belmiro, os paulistas garantiram vaga sem maiores sustos.

Agora, o Santos aguarda o sorteio para conhecer seu adversário na próxima fase da Copa do Brasil. Antes disso, volta o foco para o Campeonato Brasileiro, pelo qual estreará neste domingo, quando visita o Fluminense no Maracanã, às 11 horas da manhã.

Logo no começo da partida desta quarta, as duas equipes apostaram na velocidade, mas faltou qualidade na finalização, apesar da eficiência nas jogadas. Quando a bola chegou perto dos gols de Paysandu e Santos, Emerson e Vanderlei foram competentes Com a vantagem, o time paulista mostrou tranquilidade, manteve marcação apertada e cadenciou o jogo. 

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Lucas Lima fez um belo lançamento para Vitor Bueno, que tocou a bola para Bruno Henrique finalizar para a rede. O Santos soube conter as ações do adversário na reta final da primeira etapa e contou com dia inspirado de Vanderlei para manter a vantagem.

Mas no segundo tempo, veio o empate logo aos três minutos. Rodrigo Andrade fez boa jogada e cruzou a bola para Diogo Oliveira, que bateu direto no canto, sem chance de defesa para Vanderlei. Só que o Santos era superior e acabou com a empolgação do Paysandu aos 16. Vitor Bueno cruzou rasteiro para Bruno Henrique, que dominou na área e marcou novamente.

Sem qualquer chance de reação, o Paysandu ainda levou o terceiro gol aos 34, quando Kayke desviou cruzamento de Jean Mota para marcar. Nos acréscimos, Wilkerson ainda quase marcou o segundo dos donos da casa, mas ficou nisso.