Motoristas de vans escolares fazem protestos em São Paulo

  • Por Estadão Conteúdo
  • 07/12/2017 09h18
JOHNNY MORAIS/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDOMotoristas de vans escolares e pais de alunos da Rede Municipal de Ensino realizam protesto em São Paulo (SP), na manhã desta quinta-feira (7), contra atrasos no pagamento dos motoristas e também a falta de Transporte Escolar Gratuito (TEG)

Motoristas de vans escolares gratuitas da Prefeitura de São Paulo fazem manifestação, na manhã desta quinta-feira, 7, em vários locais da cidade. Os perueiros que atendem ao programa Transporte Escolar Gratuito (TEG) solicitam às autoridades nova licitação do serviço com contratação de carros por fretamentos e não por crianças.

Segundo Donay Neto, Presidente do Sindicato dos Transportes Escolares do Estado de São Paulo, houve queda no número de usuários do transporte escolar gratuito. “Na gestão passada o número de alunos que usavam o transporte escolar chegou a 100 mil, hoje temos 60 mil crianças”, disse.

Desde às 7h, grupos motoristas de vans escolares se dirigiam à Praça Charles Miller, em frente ao Estádio do Pacaembu, na zona oeste, onde pretendiam se concentrar.

As vans trafegam a 10 km/h em fila por avenidas como Radial Leste, Aricanduva, Dalila, Nações Unidas, Jornalista Roberto Marinho e Avenida senador Teotônio Vilela para chamar a atenção da população para a questão.

De acordo Donay Neto, após a concentração na Praça Charles Miller, os motoristas sairão em carreata para o Viaduto do Chá, no centro, sede da Prefeitura de São Paulo.

  • Tags: