Mudança de CNH em papel para cartão com chip deve ocorrer até 2019

  • Por Jovem Pan
  • 06/12/2017 11h55

Divulgação/Denatran

A nova CNH parece muito a um cartão de crédito convencional, possui chip e gravação a laser dos dados do condutor

A Carteira Nacional de Habilitação (CNH) irá mudar novamente e deixar de ser em papel para ser um cartão de plástico com microchip, que conterá as informações do motorista.

A resolução do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) promete que a mudança será feita até o dia 01 de janeiro de 2019. A data é prazo final de adaptação dos Detrans estaduais ao modelo. A resolução deverá ser publicada ainda nesta semana.

Por enquanto não existem informações sobre as possíveis diferenças nos preços para se tirar uma nova habilitação ou renovação. A expectativa é de que cada Detran defina o valor no momento em que adotar a tecnologia.

Aqueles motoristas que tiverem a CNH ainda válida em papel, não precisarão fazer a troca, já que ela ocorrerá na hora da renovação.

Para o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, a nova CNH reduzirá as fraudes e aumentará a durabilidade do documento, possibilitando ainda a integração com outros países.

A nova CNH parece muito a um cartão de crédito convencional, possui chip e gravação a laser dos dados do condutor.

O novo documento ainda abre para possibilidades de que este se torne possível para pagamentos de pedágios, transporte de ônibus e metrô, controle de acesso a prédios públicos e identificação biométrica. Tais funcionalidades poderão existir por meio de convênios entre entidades públicas ou privadas com a autorização do Denatran.