0:00
0:00

PF investiga lavagem de mais de R$ 200 milhões com empresas na Venezuela

  • Por Jovem Pan
  • 11/09/2017 09h59
Arquivo/Marcelo Camargo/ABrEstatal venezuelana está envolvida no esquema investigado

A Polícia Federal, a Receita Federal e o Ministério Público Federal deflagraram nesta segunda-feira (11) a Operação Conexão Venezuela, visando apurar a prática dos crimes de lavagem de dinheiro e organização criminosa com atuação no Rio Grande do Sul.

A Receita identificou pessoas jurídicas no Rio Grande do Sul e em São Paulo realizando transações financeiras atípicas, supostamente no exercício de atividade de intermediação de exportação de máquinas e implementos agrícolas do Brasil para a Venezuela.

Os investigadores identificaram que empresas sediadas na Venezuela (dentre elas, uma estatal do país vizinho), remeteram vultosos valores ao Brasil, a pretexto de aquisição desses equipamentos, diz a PF.

Parte considerável desse montante, porém, não foi destinada aos fabricantes e fornecedores, tendo circulado em contas bancárias diversas e, ao final, remetida ao exterior. Algumas dessas transferências tiveram como beneficiárias pessoas jurídicas sediadas em paraísos fiscais.

A Polícia Federal informa ainda que parte dos recursos remetidos da estatal venezuelana para o Brasil seria fruto de crime. Apenas no período de 2010 a 2014, os valores movimentados pela organização teriam ultrapassado R$ 200 milhões.

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão em Porto Alegre/RS (4), Canoas/RS (1), Passo Fundo/RS (4), Erechim/RS (2), Americana/SP (1) e São Paulo/SP (2). Além disso, 6 pessoas são alvos de condução coercitiva.