Após Santos e Taboão da Serra, que registraram madrugadas violentas no final de semana e na terça-feira, respectivamente, agora foi a vez de Carapicuíba, outra cidade da Grande São Paulo: apenas durante as últimas horas, três pessoas morreram no município em crimes envolvendo armas de fogo, incluindo um homem que trocou tiros com oficiais da Rota (Rondas Ostensivas Tobias Aguiar), o grupo de elite da Polícia Militar.

O segundo morto foi identificado como Tales Alves Maia, de 27 anos, que foi assassinado na Vila Veloso por homens que passaram atirando pela região. O terceiro crime teve como vítima outro homem, o mecânico Hélio Ferreira da Silva, de 49 anos, que foi alvejado por duas pessoas diante de uma borracharia em Cidade Ariston. Tanto Tales como Hélio tinham passagem anterior pela polícia por tráfico de drogas, e essa pode ser a motivação dos assassinatos.