O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, usou nesta segunda-feira, 19, seu perfil no Twittepara afirmar que a definição de regras para concessões e privatizações "está avançando". Ele citou oportunidadeem projetos nas áreas de energia, petróleo, rodovias e ferrovias, com regras claras paraos investidores. 

"O governo prevê leilõede exploração de petrólepara 2017, 2018 e 2019. Haverá previsibilidadpara os investidores", disse o ministro na rede social. "É essencial atrair capital privado para aumentar investimentos em infraestrutura. O BNDES continuará com papel relevante no financiamento", completou. 

No último Relatório de Avaliação de Receitas e Despesas, publicado no fim de maio, a equipe econômica projetou uma arrecadação de R$ 27,951 bilhõeeconcessões em 2017. Por exemplo, a previsão dreceitas do bônus de assinatura referente à 3ª rodada de licitação de áreas de produção de petróleo, sob regime de partilha, é de R$ 4,3 bilhões.