O prefeito eleito João Doria anunciou na manhã desta quinta-feira (17) mais nomes que irão compor seu secretariado a partir de 1º de janeiro de 2017.

Além dos secretários anunciados, compõem a equipe:

- Esportes: Jorge Damião
- Gestão: Paulo Uebel
- Serviços e Obras: Marcos Penido
- Verde e Meio Ambiente: Gilberto Natalini

"Avançamos na composição de um time de primeiríssima linha. É uma seleção e não um time. Há muitos anos não viam um time tão bom, tão qualificado. A média de qualificação é muito elevada e isso denota nosso compromisso com a gestão. Formar um time com essas pessoas é digno de representação popular, de representação de titularidade e de representação de gestão para a cidade de São Paulo. Não é possivel fazer uma boa gestão sem uma boa equipe", elogiou o tucano.

Em resposta a um questionamento feito pelo repórter Marcelo Mattos, da rádio Jovem Pan, o prefeito eleito garantiu que "nenhum parque da cidade de São Paulo cobrará ingresso para entrada". Doria fez a afirmação ao ser questionado se o programa de concessões, que abrangerá parques como o Ibirapuera, por exemplo, poderia ser afetado pela iniciativa privada.

Posse de Doria

Já confirmado que fará sua posse em janeiro no Teatro Municipal, Doria garantiu que manterá uma tradição: a ida a Câmara Municipal antes da cerimônia. "Temos que seguir os ritos. Continuareisendo um gestor, mas também um respeitador dos ritos", disse.

Sobre o compromisso com a Câmara, o prefeito eleito afirmou ainda que quer fazer uma reunião por mês com todos os prefeitos eleitos. "Na sala do presidente da Câmara, seja ele quem for".

Diminuição de secretarias

João Doria evitou falar sobre a extinção de cinco secretarias e o que aconteceria com o quadro de cada uma delas a partir de sua posse. Em sua gestão serão 22.

"Falaremos no último anúncio [do secretariado]. Quando fecharmos os secretários iremos falar disso e caberá ao [Júlio] Semeghini (secretário de Governo) falar disso. É mais oportuno fazer isso depois", argumentou.

Os novos secretários

Gestão do verde e meio ambiente e relação com a Câmara. O novo secretário, Gilberto Natalini, foi direto sobre as medidas que deve adotar assim que assumir o cargo em janeiro. "Devemos ter o diagnóstico preciso da situação. feito o diagnóstico, temos que partir para a terapêutica".

Em resposta à Jovem Pan, Natalini destacou ainda que é possível uma política sem "toma lá dá cá" e que será possível uma boa relação entre a Câmara e os secretários.

Redução de custos e cargos comissionados. Paulo Uebel, secretário de Gestão afirmou que a intenção é uniformizar o padrão de compras, fazer uma melhor negociação de ocntratos, corrigir processos, evitar distorções. "Reduzir custos, mas aumentando o impacto. Essa é a melhor prática", defendeu.

Obras não finalizadas. Alguns dos projetos não finalizados pela gestão Haddad, segundo o petista por falta de recursos do PAC, deverão ser avaliados pela futura Prefeitura. Entre eles estão a construção de piscinões para evitar enchentes e de corredores de ônibus.

"São projetos fundamentais para a cidade. Os recursos devem ser viabilizados e vamos fazer isso com bons projetos e colocando a engenharia nestes projetos, mostrando qual é o retorno para cada real investido", garantiu o secretário de Serviços e Obras, Marcos Penido.

Projetos no Esporte. O secretário Jorge Damião disse que a expectativa quanto a novos projetos é a maior possível. "Estamos fazendo estudos. Vamos nos reunir com a equipe atual nesta sexta-feira (18) para ver qual a situação. Caiu 75% entre crianças de 9 a 15 anos a prática de atividade física. Temos que trabalhar muito forte isso", defendeu.

Os demais secretários anunciados anteriormente são:

- Educação: Mozart Ramos
- Saúde: Wilson Pollara
- Prefeituras Regionais: Bruno Covas
- Governo: Júlio Semeghini
- Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida: Cid Torquato
- Justiça: Anderson Pomini
- Fazenda: Caio Megale
- Comunicação: Fábio Santos
- Transportes e Mobilidade: Sergio Avelleda
- Desestatização e Parcerias: Wilson Poit
- Desenvolvimento Social: Soninha Francine
- Desenvolvimento Urbano: Heloisa Proença
- Tecnologia e Inovação: Daniel Annemberg
- Relações Internacionais: Julio Serson