ABF: retomada da confiança de empreendedores deve acelerar expansão de franquias

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/01/2018 13h28
PixabayEm 2017, o setor cresceu abaixo do esperado em número de pontos de venda. A expansão foi de 2%, chegando a 145 mil unidades

Após uma desaceleração em 2017, o setor de franquias espera que a abertura de novas lojas volte a acelerar em razão de uma recuperação na confiança dos empreendedores. “Há uma mudança de posicionamento de novos empreendedores, que estão mais dispostos a consolidar negócios”, diz o presidente da Associação Brasileira de Franchising (ABF), Altino Cristofoletti Junior.

Em 2017, o setor cresceu abaixo do esperado em número de pontos de venda. A expansão foi de 2%, chegando a 145 mil unidades. No início do ano passado, a projeção era de um crescimento da ordem de 4% a 5%.

Para Cristofoletti Junior, a frustração nas expectativas em 2017 veio de uma menor entrada de novos empreendedores. Ele avaliou que muitos desses investidores de primeira viagem no setor de franquias estavam mais cautelosos em razão de perceberem incertezas no ambiente político e macroeconômico.

“A expansão das redes não atingiu o esperado e foi feita, sobretudo, por franqueados que já faziam parte da rede. Em 2018, esperamos maior adesão de novos franqueados”, disse o presidente da ABF.

Embora reconheça que o cenário político brasileiro em ano eleitoral ainda pode trazer surpresas, Cristofoletti Junior afirma que já começam a se concretizar em 2018 alguns investimentos que começaram a ser planejados em meados do ano passado. “Notamos pelos nossos eventos, feiras do franchising, que há uma melhora na percepção do ambiente”, declarou.

A ABF projeta um crescimento de 3% no número de unidades das redes de franquias em 2018. Embora mais otimista que o dado de 2017, o número está abaixo dos resultados anteriores à crise. Em 2013, o crescimento superava 9%.