O preço do tomate está assustando famílias brasileiras: 1kg ou seis unidades chega a custar mais caro que um quilo de frango: R$ 15,00. Com o valor nas alturas, donas de casa têm de usar a criatividade para substituir o fruto nas saladas e evitar os molhos saborosos da macarronada.

Em entrevista à repórter Renata Gaspari, o gerente executivo da Associação dos Produtores de Hortifrúti de São Paulo, Carlos Schimidt, explica que o excesso de chuva e a redução da área plantada provocaram a alta dos preços do tomate.

No Índice de Preços ao Consumidor de março, medido pela Fipe, o tomate registrou alta de 18,2%, contra 9,25% registrado em fevereiro. No primeiro trimestre, avançou 70,9% e nos últimos 12 meses encerrados em março, subiu 104,1%, segundo o instituto de pesquisas.

O economista da Fundação Getúlio Vargas, André Braz, estima que o valor do produto começa a recuar apenas a partir de junho. Enquanto isso, consumidores evitam o produto. Se recusam a pagar preços abusivos pelo tomate, conforme constatou a repórter Renata Perobelli. Ouça os consumidores e a opinião dos especialistas.