Um brasileiro destruiu uma estátua de 300 anos no Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), em Lisboa, Portugal. O desastre aconteceu enquanto o visitante tentava tirar uma selfie com a obra.

A imprensa do país informa que o desastrado andou para trás sem olhar e não parou, mesmo após alertas de um vigilante. 

A escultura barroca entitulada São Miguel está agora nas mãos da equipe de restauração do museu, segundo publicação na página do Facebook do MNAA.