0:00
0:00

Brasil e Emirados Árabes assinam acordo para isenção de visto

  • Por Agência Brasil
  • 16/03/2017 15h36
Waldemir Barreto / Agência SenadoWaldemir Barreto / Agência SenadoAloysio Nunes

O governo brasileiro firmou acordo com o governo dos Emirados Árabes Unidos (EAU) para garantir isenção de visto de turismo e negócios para portadores de passaportes comuns, diplomáticos e especiais dos dois países. O acordo foi firmado nesta quinta-feira (16) durante visita do ministro de Negócios Estrangeiros e da Cooperação Internacional dos Emirados Árabes Unidos, Xeique Abdullah Bin Sultan Al Nahyan, ao Itamaraty.

No caso do passaporte comum, como envolve arrecadação de taxas, a isenção precisará passar por aprovação do Congresso Nacional. A isenção para diplomatas e portadores de passaporte especial já valem a partir da assinatura do ato.

O ministro árabe foi recebido pelo ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes Ferreira, com quem tratou de diversos assuntos, como comércio, investimentos, infraestrutura, serviços, turismo e temas da conjuntura internacional. Os ministros assinaram também acordo que reforça a segurança jurídica às ações de operadores de serviços aéreos entre os territórios brasileiro e árabe.

Segundo o chanceler brasileiro, a visita do ministro árabe representa uma oportunidade para aprofundar a parceria e realizar projetos de investimento de longo prazo em setores considerados estratégicos para a recuperação da economia brasileira. “Nós tivemos hoje um encontro de trabalho onde nós compartilhamos a visão de que, apesar dos desafios e incertezas do cenário internacional, nossos países tem enorme potencial para estreitar a cooperação e criar oportunidades para gerar desenvolvimento nos nossos países”, declarou o ministro Nunes.

Al Nahyan está em sua quinta visita oficial ao Brasil e disse que há uma grande expectativa de fortalecer as relações bilaterais e de amizade entre os dois países e, por meio dos atos assinados, aumentar a presença dos cidadãos brasileiros nos Emirados Árabes e de árabes no Brasil. O ministro árabe ressaltou também que a parceria possibilita a discussão conjunta do contexto de violência e terrorismo que a região do Oriente Médio atravessa.

O país árabe é um dos principais importadores de produtos brasileiros na região do Oriente Médio. As trocas comerciais entre os dois países cresceu 785%, entre 2000 e 2016. Entre os principais produtos importados pelos Emirados Árabes Unidos estão o farelo de soja, que representa 88,8% das importações do produto pelo país árabe; o açúcar (80,7%) e a carne de frango (68,8%). “O Brasil está se abrindo cada vez mais para buscar outros parceiros em diferentes regiões do mundo. E estamos aqui buscando novos investimentos graças a esta oportunidade aberta pelo Brasil”, declarou Al Nahyan.

O ministro árabe também visitou a presidência da República, o Congresso Nacional, além dos ministérios da Defesa e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Na próxima semana, o Al Nahyan se reunirá com o governador e o prefeito de São Paulo.