0:00
0:00

Merkel e Putin querem “solução diplomática” para questão da Coreia do Norte

  • Por Estadão Conteúdo
  • 11/09/2017 13h33
EFEOs líderes que conversaram por telefone, reafirmaram a posição de que a crise envolvendo o país deve ser resolvida através de "métodos diplomáticos"

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, e a chanceler da Alemanha, Angela Merkel condenaram as últimas ações da Coreia do Norte, que ignoraram as resoluções já existentes no Conselho de Segurança da ONU, de acordo com informações da agência russa Tass. No entanto, os líderes, que conversaram por telefone, reafirmaram a posição de que a crise envolvendo o país deve ser resolvida através de “métodos diplomáticos”, segundo o governo russo.

Putin e Merkel também concordaram, segundo nota do Kremlin, que “as discussões sobre a situação devem continuar entre os ministros de Relações Exteriores da Rússia e da Alemanha”.

Na última semana, a Coreia do Norte realizou seu sexto e mais potente teste nuclear. Os Estados Unidos, em reposta, pressionam o Conselho de Segurança para impor sanções mais duras sobre o regime de Pyongyang. O órgão máximo da ONU deve se reunir ainda hoje, no fim da tarde, para discutir a questão.