O presidente da França, François Hollande, disse acreditar que os tiros ocorridos na Champs Élysées nesta quinta-feira (20) são de "natureza terrorista". De acordo com o mandatário francês, o Conselho de Defesa foi convocado para a manhã desta sexta-feira (21) e haverá atenção especial durante as eleições, no próximo domingo (23).

"Nós estaremos em vigilância absoluta, especialmente durante o processo eleitoral", afirmou o presidente da França. Segundo ele, existe uma "grande determinação para lutar contra o terrorismo em todos os lugares".

François Hollande ainda ofereceu as condolências à família do policial morto na ação. "Meus pensamentos vão à família do policial morto e aos parentes dos policiais feridos. Será feita uma homenagem nacional", afirmou pelo Twitter.