0:00
0:00

Sobe para 95 o número de mortes causadas por terremoto no México

  • Por EFE
  • 11/09/2017 12h00
Jorge Núñez/EFENo total, 41 municípios da região do Istmo de Tehuantepec sofreram danos, e 800 mil pessoas foram afetadas de alguma forma pelo terremoto

O número de mortes causadas pelo terremoto de magnitude 8,2 na escala Richter ocorrido na semana passada no México subiu para 95, após o governo de Oaxaca confirmar nesta segunda-feira que 76 vítimas morreram neste estado do sul do país.

Já nos estados de Chiapas e Tabasco não houve alteração no número de mortes devido ao violento tremor, que respectivamente são de 15 e 4. Segundo o governador de Oaxaca, Alejandro Murat, a maioria das vítimas locais vivia nos municípios de Juchitán (37) e Asunción Ixtaltepec (10).

No total, 41 municípios da região do Istmo de Tehuantepec sofreram danos, e 800 mil pessoas foram afetadas de alguma forma pelo terremoto. Segundo uma avaliação preliminar das autoridades locais, “pelo menos 12 mil residências foram danificadas, um número que, para o governador, “claramente vai aumentar”.

Também foram afetados 78 templos religiosos e 234 escolas – 32 de forma muito grave.

Cerca de 8 mil usuários (residências, estabelecimentos comerciais ou industriais) continuam sem luz, e o restabelecimento deste serviço é dificultado porque as réplicas do tremor afetam os transformadores. Já o fornecimento de água, de acordo com Murat, foi retomado.

O epicentro do terremoto foi registrado a 133 quilômetros a sudoeste de Pijijiapan, em Chiapas, às 23h49 de quinta-feira (hora local; 1h49 de sexta-feira em Brasília), e desde então mais de mil réplicas foram detectadas, segundo o serviço sismológico do México.