Tillerson pede que Irã retire seus militares e milícias da Síria

  • Por Agência EFE
  • 14/02/2018 14h06
EFE/Sana"Acreditamos que o Irã deveria retirar seus militares e milícias da Síria e permitir que o processo de paz aconteça em Genebra", declarou Tillerson

O secretário de Estado dos Estados Unidos, Rex Tillerson, pediu nesta quarta-feira, durante uma visita à Jordânia, que o Irã retire seus militares e milícias da Síria, para facilitar o processo de paz promovido pela ONU em Genebra.

“Acreditamos que o Irã deveria retirar seus militares e milícias da Síria e permitir que o processo de paz aconteça em Genebra”, declarou Tillerson em entrevista coletiva conjunta ao lado do seu homólogo jordaniano, Ayman Safadi.

Tillerson fez estas declarações em resposta a uma pergunta sobre o ataque israelense lançado no sábado passado contra “alvos iranianos” na Síria, segundo indicou o exército de Israel.

“Este incidente ilustra que a presença do Irã na Síria está desestabilizando a região”, comentou Tillerson, que acrescentou que os EUA se “preocuparam” com esse incidente, no qual foi derrubado um F-16 israelense.

O chefe da diplomacia americana assegurou também que seu país apoia o processo de Genebra e ressaltou que as negociações deveriam conseguir “a democracia e a integridade territorial” da Síria.

Tillerson está em viagem pelo Oriente Médio, que incluiu escalas no Egito e no Kuwait, e depois de Amã, se dirigirá ao Líbano e à Turquia.