Trump defende presença do filho em reunião com advogada russa sobre Hillary

  • Por Estadão Conteúdo
  • 17/07/2017 11h37
WAS01 WASHINGTON DC (ESTADOS UNIDOS) 11/04/2017.- El presidente estadounidense, Donald J. Trump, participa en un debate sobre políticas y estrategia con presidentes de compañías en la Biblioteca del Departamento de Estado en Washington DC (Estados Unidos) hoy, 11 de abril de 2017. EFE/Olivier Douliery / PoolEFE/Olivier DoulieryAutoridades nos EUA investigam eventual conluio entre a campanha republicana e a Rússia na disputa eleitoral do ano passado. Trump nega qualquer irregularidade

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, usou sua conta no Twitter hoje para defender o comportamento de seu filho mais velho, Donald Trump Jr., que participou de uma reunião com uma advogada russa que teria prometido informações comprometedoras sobre Hillary Clinton na campanha presidencial do ano passado. Na avaliação do agora presidente, seu filho não agiu mal no episódio.

“A maioria dos políticos teria ido a uma reunião como a que Don Jr. participou a fim de obter informação sobre um opositor. Isso é a política!”, escreveu Trump. Ele disputou a presidência no ano passado com a democrata Hillary, ex-secretária de Estado e ex-primeira-dama.

Autoridades nos EUA investigam eventual conluio entre a campanha republicana e a Rússia na disputa eleitoral do ano passado. Trump nega qualquer irregularidade.