Fernando Yamada é presidente da Associação Brasileira de Supermercados. Vice-presidente do Grupo Y. Yamada, a maior rede de avrejo da amazônia e 14ª maior rede supermercadista do país. Na ABRAS exerceu a vice-presidência de 2000 a 2012, até ser eleito para o biênio 2013-2014 e, posteriormente para o de 2015-2016, após resultados de excelência.

Para ele, "o Brasil que queremos" deve ser um país que não realiza gastos exorbitantes e que ache que a corrupção é algo normal. Segundo ele, o brasileiro quer que os Poderes representem o nosso desejo.

"Eu quero a normalidade do cidadão. Que nós pensamos no Brasil normal. O que está acontecendo é que o poder central quer nos passar um Brasil que não conhecemos. A realidade que está acontecendo nas nossas cabeças é um Brasil que eles querem que a gente acredite que seja o deles. O Brasil é o Brasil simples, andar, produzir, trabalhar e não este que se coloca hoje com gastos exorbitantes, que acha que a corrupção é uma normalidade. Brasileiro quer que os poderes representem nosso desejo".