O empresário Rui Goerck é vice-presidente desde 2010 da alemã BASF. A empresa é uma das maiores do mundo no setor químico.

Em entrevista à Jovem Pan, ele criticou a interrupção das políticas na indústria. “A estabilidade das instituições existe no Brasil, mas a continuidade das políticas não. A gente tem que saber a longo prazo porque os nossos investimentos na indústria são muito pesados”, criticou.

Goerck, como representante do setor químico, expôs também as inseguranças inerentes a esse quadro. “Na indústria química, os investimentos são muito caros e a gente espera eles produzirem por 20, 30, 40 anos. Se existe uma mudança de direção o que é faço com as minhas fábricas e meus investimentos?”, questionou.

Ouça comentário completo no áudio acima.