Presidente do BNDES nega pré-candidatura à Presidência em 2018

  • Por Tiago Muniz/Jovem Pan
  • 21/11/2017 13h20
Wilson Dias/Agência BrasilPaulo Rabello de Castro negou que é pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Social Cristão (PSC)

O presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, negou que é pré-candidato à Presidência da República pelo Partido Social Cristão (PSC).

O executivo deu a declaração nesta terça-feira (21) após uma palestra promovida pela Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi) em São Paulo. Castro participou do encontro nacional do PSC em Salvador no sábado (20). Na ocasião, ele foi apresentado à militância da sigla e falou bastante de planos para o Brasil em 2018. O presidente do BNDES é filiado ao partido desde outubro.

Nesta terça-feira, ele evitou falar de política num discurso voltado a uma plateia de representantes do setor de crédito e só falou com a imprensa muito rapidamente antes de entrar no carro que o levou do Instituto Tomie Ohtake, na Zona Oeste da capital paulista.

Castro disse que o evento em Salvador não representou um lançamento de candidatura. “Foi uma convenção simplesmente para debater uma agenda para o País”. Ao ser perguntado se não é nem pré-candidato, foi enfático: “nem pré”.

Em discurso, o presidente do BNDES louvou as políticas econômicas do Governo Temer e afirmou que o  Brasil “está condenado ao sucesso”. Castro disse também que o Brasil poderá crescer perto de 4% em 2018.