TSE adia licitação de urnas e impressoras

  • Por Estadão Conteúdo
  • 13/01/2018 11h34

Nelson Jr./ ASICS/ TSE

Uma das empresas solicitou renegociar o valor final e o pregoeiro permitiu

O pregão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para a compra de urnas e impressoras para as eleições deste ano foi suspenso na sexta-feira, 12. Uma das empresas solicitou renegociar o valor final e o pregoeiro permitiu, de forma que o leilão será retomado na segunda-feira, às 13 horas.

Pela manhã, houve protesto em frente ao tribunal contra a licitação.

Os manifestantes dizem que a impressão do voto “é obrigação legal, não uma concessão do TSE”.

Em nota, o tribunal disse que “respeita toda e qualquer manifestação”.