0:00
0:00

Protesto contra Temer fecha Paulista; em Brasília, manifestantes tentam invadir Congresso

  • Por Jovem Pan com Estadão Conteúdo
  • 17/05/2017 23h31
NELSON ANTOINE/ESTADÃO CONTEÚDONELSON ANTOINE/ESTADÃO CONTEÚDOManifestantes ocupam a Paulista e chegaram a interromper o fluxo de veículos na via
SP - JBS/TEMER/CUNHA/PROTESTO/SP - CIDADES - Manifestantes pedem a saída de Temer da Presidência e eleições diretas durante protesto na Avenida Paulista, em São Paulo, na noite desta quarta-feira, 17, em reação às denúncias envolvendo o presidente Michel Temer divulgadas nesta noite. Segundo o jornal O Globo, Joesley Batista, presidente da J&F-controladora da JBS-teria dito à Procuradoria Geral da República que gravou o presidente Michel Temer dando aval para "compra de silêncio" do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. 17/05/2017 - Foto: NELSON ANTOINE/ESTADÃO CONTEÚDO

A manifestação na Avenida Paulista que pede a saída de Michel Temer da Presidência ganhou corpo no final da noite desta quarta-feira (17), e passou a interromper o fluxo de veículos em um dos sentidos da via, na altura do Museu de Arte de São Paulo (Masp).

De acordo com transmissões ao vivo nas redes sociais, os manifestantes estão se concentrando no local e pretendem sair em passeata até o centro da cidade. O ato começou a partir de um outro evento que ocorria no vão do Masp, organizado pela Frente Povo Sem Medo, para debater as reformas propostas pelo governo Temer.

Organizadores do debate, após a divulgação das denúncias contra Temer, passaram a convocar manifestantes. Eles estimam que 5 mil pessoas estão presentes. A Polícia Militar não forneceu estimativa de público.

Brasília

Com gritos de ordem, como “diretas já” e “golpistas, fascistas não passarão”, cerca de 300 manifestantes se reuniram na noite desta quarta-feira (17) na praça dos Três Poderes e tentaram invadir Congresso Nacional, em Brasília. Deputados do PT que estavam na Câmara também participaram da manifestação e entoaram o grito de “Fora, Temer”.