Rocha Loures é afastado do mandato de deputado; PSOL e Rede querem cassação

  • Por Jovem Pan
  • 19/05/2017 12h04

Deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR)Dida Sampaio/Estadão ConteúdoAE - Deputado federal afastado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR)

O deputado Rocha Loures (PMDB-PR) foi afastado do cargo após decisão do Supremo Tribunal Federal. Em despacho, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), determina os termos da decisão da Corte.

A Câmara dos Deputados foi notificada na noite desta quinta-feira (18( que, no mesmo dia, determinou a providência.

O deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) foi indicado por Michel Temer para resolver questões relacionadas ao preço do gás fornecido pela Petrobras à termelétrica da JBS, e chegou ao Brasil na manhã desta sexta-feira (19).

Ele estava em Nova Iorque, nos Estados Unidos, em evento, e desembarcou no começo da manhã desta sexta no Aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

No aeroporto, Loures foi chamado de “ladrão”, “bandido” e alguns civis pediram sua prisão. O deputado não quis gravar entrevista, entrou em um táxi e não disse para onde iria.

De acordo com O Globo, o dono da JBS marcou encontro com o deputado em Brasília e ofereceu propina de 5%, a qual o deputado deu o aval.

Loures foi filmado pela Polícia Federal recebendo uma bolsa com R$ 500 mil enviados por Joesley Batista.

Pedido de cassação

O PSOL e a Rede afirmaram que entrarão com representação no Conselho de Ética da Câmara na terça-feira (23) pedindo a cassação do mandato do parlamentar.

*Informações do repórter Arthur Scotti