Governo de São Paulo apresenta plano de reestruturação do sistema de saúde do Estado. A administração vai investir R$ 826 milhões na construção e reforma de clínicas e hospitais.

Essas obras vão ficar concentradas em cinco regiões do Estado: Campinas, Litoral Norte, Vale do Jurumirim, Vale do Ribeira e Sorocaba.

O governador Geraldo Alckmin disse que essas ações vão ajudar a desafogar o sistema de atenção básica nas cidades atendidas. “Isso vai desafogar os hospitais, melhorar o atendimento primário, capacitação de funcionários, informatização e integração dos vários sistemas de saúde”, explicou.

De acordo com o Estado, o atual sistema produz 200% a mais de encaminhamentos médicos do que deveria.

O secretário estadual de Saúde, Davi Uip, disse que os municípios, muitos em situação de penúria, não precisarão colocar a mão no bolso para integrar o programa. “Os municípios não gastam um tostão. Nem nas obras, nem na capacitação e nem na interligação dos sistemas”.

70% dos recursos virão do Banco Interamericano de Desenvolvimento e os outros trinta do governo estadual.

O prazo final para a execução do projeto é julho de 2019.

*Informações do repórter Tiago Muniz