Poluição e ruído podem causar demência em pessoas que vivem em vias movimentadas.

É o que aponta uma pesquisa publicada na revista científica "Lancet". Os profissionais monitoraram 2 milhões de pessoas no Canadá durante 11 anos na análise da degeneração cerebral.

O estudo avalia que até 11% dos casos, em pessoas que moram a 50 metros ou menos de uma grande via, podem ser consequência da proximidade com o trânsito intenso.

O professor da USP, Paulo Saldiva, elogiou o estudo desenvolvido em Ontario, entre 2001 e 2012. "O ruído não deixa a gente descansar a noite, que é quando o cérebro produz hormônios importantes", disse.

No período da pesquisa foram diagnosticados 243 mil casos e identificado um risco maior entre aqueles que vivem próximos de grandes vias.

Quase 50 milhões de pessoas no mundo têm demência, mas as causas dos danos a memória e capacidade mental ainda não estão bem compreendidas.

*Informações do repórter Marcelo Mattos