0:00
0:00

Bendine vai descobrir em Curitiba que a cobra é que levou o bote da Lava Jato

  • Por Jovem Pan
  • 28/07/2017 10h40
Valter Campanato/Agência BrasilValter Campanato/Agência BrasilPara esse tipo de bote, só há uma espécie de cura, e é amarga: a delação premiada

Aldemir Bendine foi multado pela receita por não conseguir comprovar a origem de 280 mil. Foi investigado por ter ordenado a seu motorista transportar pequenas fortunas em dinheiro vivo. Facilitou financiamento milionário para que Val Marchiori comprasse um Porsche. Nada disso impediu que ficasse seis anos na presidência do BB na era lulopetista.

Lula nomeou Bendine porque sempre gostou de instalar em cargos deste calibre gente cuja biografia parece prontuário.

Presenteada com um segundo galinheiro, a raposa de estimação só poderia ter feito o que fez. Nesta quinta-feira (27) ouviu as batidas na porta que anunciam a chegada da Polícia Federal. Conhecido pelo codinome Cobra, o Didi do Lula tem muito a contar. Os R$ 3 milhões que recebeu da Odebrecht são apenas o começo do cortejo de propinas.

Bendine vai descobrir em Curitiba que a cobra é quem levou o bote da Lava Jato. Para esse tipo de bote, só há uma espécie de cura, e é amarga: a delação premiada.

Confira o comentário completo de Augusto Nunes: