0:00
0:00

O Estado brasileiro deixou de existir nas favelas do RJ

  • Por Jovem Pan
  • 18/09/2017 08h49
ReproduçãoTiroteio assustou moradores da favela da Rocinha neste domingo (17)

Graças ao caudaloso noticiário sobre tragédias provocadas pela natureza ou pelo homem em outras regiões do planeta, milhões de brasileiros chama pelo nome os furacões, Irma e José, Maria, comovem-se com atentado em Londres, terremoto no México e a loucura na Coreia do Norte. Concentrados no que se passa lá fora e absorvidos pelo cortejo de ladroagens descoberta pela Lava Jato, os espectadores parecem sem tempo para horrorizar-se com o que acontece no RJ. Entre todos os problemas, a quadrilha liderada por Sérgio Cabral legou um Rio rebaixado à zona de exclusão. Estado brasileiro deixou de existir nas favelas conflagradas.

Confira o comentário completo de Augusto Nunes: