Por que as bobagens que Lula diz não devem ser ignoradas

  • Por Jovem Pan
  • 02/12/2017 11h28

EFE/Hedeson Alves

Se cinismo desse cadeia, Lula já estaria em algum presídio brasileiro, diz o comentarista

Muitos dizem que o ex-presidente Lula deve ser ignorado, bem como as bobagens que ele diz. O comentarista Augusto Nunes explica por que pensa diferente.

Houve um momento em que apenas 4% dos eleitores brasileiros conseguiam enxergar o país petista tal como ele era: país a caminho de desastre. Lula, se ninguém contestar o que ele diz, vai conseguir subir mais um pouco, sempre mentindo.

No palavrório diário, Lula disse nesta sexta (1º), em entrevista, que irá “brigar para ver” se a direita do Brasil, aliada a setores do Judiciário e do Ministério Público, poderão inabilitá-lo da disputa pela presidência da República em 2018.

Essa é a bravata.

A verdade: Lula tem problemas com a candidatura por causa do Código Penal. Não por causa de perseguição política que nunca existiu. O petista já foi condenado, no primeiro processo, a nove anos e meio de cadeia por corrupção e lavagem de dinheiro. Esse é o problema que Lula deve enfrentar.

Na mesma entrevista, ele disse que o impeachment “sangrou a democracia”.

Sangra a democracia quem sonha com a censura à imprensa e quem apoia, como ele fez, Hugo Chávez para a eternização da presidência na Venezuela, e vira cabo eleitoral de Nicolás Maduro. Esses são tiranos em gestação. Lula não só os apoiou, como também foi o facilitador de negociatas entre os seu patrões empreiteiros e as empresas que enriqueceram com negócios irregulares com ditadores africanos.

Há vídeo em que Lula defende enfaticamente a reforma da Previdência. Ele diz que o aumento da expectativa de vida no Brasil impede que a Previdência continue gastando o que gasta. Agora, demagogicamente, ele diz que a reforma da Previdência é contra o povo.

Se cinismo desse cadeia, Lula já estaria em algum presídio brasileiro.

Assista ao comentário completo de Augusto Nunes: