0:00
0:00

É sombrio quando o presidente da maior democracia do mundo ameaça a imprensa livre

  • Por Jovem Pan
  • 12/10/2017 14h20
WAP207. WASHINGTON (DC, EE.UU.), 11/10/2017. El presidente de los Estados Unidos, Donald J. Trump, habla durante una reunión con el primer ministro canadiense, Justin Trudeau, y su esposa, Sophie Gregoire Trudeau, hoy miércoles, 11 de octubre de 2017, en la oficina oval de la Casa Blanca, en Washington, DC (EE.UU.). EFE/Kevin Dietsch/POOL

Em tweet mal informado, Donald Trump lançou uma bravata perigosa que deixaria orgulhosos Nicolás Maduro, Vladimir Putin, Xi Jinping, ditadores e caudilhos que gostam da imprensa a favor.

“Com todas as ‘notícias falsas’ vindo da NBC e emissoras, em que ponto é apropriado contestar sua licença? Ruim para o país!”, escreveu.

“Espero que as hostes trumpetes que tanto denunciaram com razão a sanha lulopetista para regular a mídia faça o mesmo com o Trump”, diz o comentarista Caio Blinder.

Mas parece existir um pendor autoritário na direita brasileira caindo no conto de Trump de que a imprensa é inimiga do povo, lembrando frase famosa dos stalinistas.

Blinder também comentou a situação ainda incerta na Catalunha: