0:00
0:00

Assista ao vivo

Russos fazem maiores protestos contra Putin e milhares são presos

  • Por Caio Blinder/Jovem Pan
  • 17/06/2017 10h04 - Atualizado em 29/06/2017 00h37
FET12 MOSCÚ (RUSIA), 10/02/2017.- El presidente ruso Vladímir Putin durante su encuentro con el presidente esloveno, Borut Pahor (no en la imagen) celebrado en el Kremlin en Moscú, Rusia hoy 10 de febrero de 2017. Putin, aseguró hoy que espera un gradual restablecimiento de las relaciones con Estados Unidos y la Unión Europea (UE). EFE/Alexander Zemlianichenko **POOL**EFE/Alexander ZemlianichenkoEFE - Vladimir Putin

Esta semana, milhares de russos foram às ruas protestar contra a corrupção e contra o regime de Vladimir Putin. Foram os maiores protestos em dez anos e milhares de manifestantes foram presos, inclusive os inflados patos amarelos, símbolos desta mobilização inspirada pelo ativista e blogueiro Alexei Navalny, que também foi preso.

Navalny é infatigável para denunciar corrupção do regime no seu canal no YouTube e entre tanto que já expôs está o santuário para patos na mansão do primeiro-ministro Dmitry Medvedev, conhecido como o Robin do Batman Putin e não por serem super-heróis. Daí o simbolismo dos patos.

Sempre difícil flagrar o patrimônio de superPutin. Fala-se que o semiditador tem bilhões e bilhões de dólares. Sabe-se que a familia tem vilas em Biarritz, na costa sudoeste da França.

O genro do presidente tem uma fortuna de US$1.2 bilhão de dólares e seu pai é um banqueiro e amigão do presidente, um dos mais velhos. Nikolay Shamalov é um dos fundadores do Banco Rossiya, identificado pelo Departamento do Tesouro dos EUA como o “banco pessoal” de Putin e dos seus associados mais íntimos.

A boataria e as conexões de Putin contrastam com a realidade. Sim, ele controla a economia russa e os oligarcas bilionários, alguns deles amigos de infância. No entanto, na declaração de imposto de renda, o presidente admite possuir apenas um terreno, dois modestos apartamentos e três carros.

Não conhecemos a declaração de imposto de renda de Donald Trump, mas ele gosta de alardear seus supostos US$ 10 bilhões, que contraste em relação a Putin.

Mas, graças ao trabalho incansável de Navanly, a farsa de Putin e acólitos é desmascarada. Nada fácil provar. Em entrevista à revista Time, Navalny disse que o presidente “é o czar da corrupção. Ele possui tudo e nada”.

Putin não é pato.