0:00
0:00

Trump versus a imprensa: o tribalismo norte-americano

  • Por Caio Blinder/Jovem Pan Nova Iorque
  • 08/07/2017 08h47
ReproduçãoReprodução

Jornalistas gostam de falar de jornalismo, mas como Donald Trump adora falar mal de jornalistas me parece apropriado teimar no assunto. Uma pesquisa esta semana não chegou a me surpreender, mas reforça o que sabemos sobre as profundas divisões tribais nos Estados Unidos relativas a Trump e à imprensa.

O presidente americano tem sido infatigável para bater pesado na CNN, inclusive divulgando dias atrás uma montagem de vídeo com espancamento da emissora em estilo de luta livre. Trump acha a CNN desonesta e líder da campanha para avacalhar sua presidência.

E o que acham os americanos disso tudo? Está aí a pesquisa da empresa Survey Monkey. Ela revela que 89% dos republicanos dão mais crédito a Trump do que para a CNN. E os democratas? Diametralmente opostos: 91% deles confiam mais na emissora de televisão, que se posiciona de forma centrista em contraste à direitista Fox News e à esquerdista MSNBC.

E quem não cerra fileiras com um dos dois partidões? Pois bem, entre os independentes, a CNN derrota Trump por 15 pontos e atenção para o placar final: vitória da CNN por sete pontos entre os americanos em geral. A pesquisa também tem perguntas sobre o duelo entre o presidente e o jornal Washington Post, na linha de frente de reportagens sobre escândalos no seu governo, e as grandes redes de televisão, ABC, NBC e CBS. Mesma coisa: vitória da mídia contra o governo, exceto entre os republicanos.

E vale lembrar que um dos motivos que Trump trata a imprensa como saco de pancada, para o êxtase de sua base eleitoral, é que ela consegue ser mais impopular do que ele entre os americanos.

O que é muito inquietante na minha opinião é este tribalismo. Americanos não apenas vivem em realidades opostas, dependendo a filiação partidária, mas simplesmente tratam como falsas as informações disseminadas pelo outro lado.

Dito isso, não ficarei em cima do muro e sem disparar toneladas de dados e números, eu aponto Donald Trump como o responsável pela aceleração deste tribalismo. Mais do que isso, nenhum presidente, sequer o funesto Richard Nixon, atuou tanto para desacreditar a imprensa e quem desacredita a imprensa livre desacredita a democracia.