Para Lula, ninguém tem tamanho para Lula

  • Por Jovem Pan
  • 21/12/2017 11h23
HÉLVIO ROMERO/ESTADÃO CONTEÚDOEx-presidente criticou procurador responsável pela coordenação da força-tarefa da Operação Lava Jato em Curitiba, Deltan Dallagnol

O ex-presidente Lula convidou jornalistas a que o entrevistassem. Trata-se de um homem condenado pela Justiça. Ainda assim, sentiu-se à vontade para falar de estatura, tamanho, isso claro, no sentido de força, que é o único que ele identifica e consegue ler.

Disse, então, referindo-se ao coordenador da Lava Jato em Curitiba, procurador Deltan Dallagnol: “Esse Dallagnol não tem tamanho para fazer o que ele está fazendo”.

É fala grotesca, típica de um indivíduo autoritário, que despreza as instituições. Afinal, um agente público, por exemplo, o procurador, ou faz o certo ou o errado. São muito evidentes e estão escritos os limites para sua atuação. E isso nada tem a ver com o tamanho, com o alcance de musculatura, a única autoridade reconhecida por Lula, porque é a autoridade que ele identifica em si.

São assim os tiranos e os que têm potencial a tirano.

Quando ele diz que um procurador, representante do órgão que o acusa, agente público concursado, não tem tamanho para executar seu trabalho, o ex-presidente deixa claro que há quem tenha: claro, ele e os de sua turma. E que isso nada tem a ver com mérito objetivo. É poder daquele que se julga acima dos demais.

Para Lula, ninguém tem tamanho para Lula.

Ouça esse comentário de Carlos Andreazza para o Jornal da Manhã: