0:00
0:00

Venezuela tem mais um domingo sangrento

  • Por Carlos Andreazza/Jovem Pan
  • 17/07/2017 07h33
EFENão há solução democrática possível, segundo Andreazza

A Venezuela está em guerra civil – repito o que venho dizendo há meses neste Jornal de Manhã: quando as instituições têm seus últimos liames rompidos e o povo se ataca entre si, é guerra civil.

Neste domingo, por exemplo, ocorreu o plebiscito simbólico convocado pela oposição para mostrar a extensão do repúdio popular a Nicolás Maduro e sua ditadura.

A população aderiu em massa – e logo as milícias armadas pelo governo foram às ruas para reprimir os manifestantes. Como tem sido regra naquele país, foi mais um domingo sangrento, com morte. Não há solução democrática possível.

A Venezuela é o nosso mais próximo exemplo das consequências – em longo prazo – do populismo de gente como Hugo Chaves e Lula.