O mercado financeiro anda desconfiado com o ritmo de recuperação da economia brasileira para 2017. Os agentes econômicos acreditam num movimento reversivo, mas questionam a velocidade dessa recuperação.

O relatório Focus divulgado nessa segunda-feira prevê uma retração piorada de 3,31% para 2016 e uma expansão de 1,2% para o ano que vem.

Vários fatores pesam na estimativa do mercado. Ouça os detalhes no áudio AQUI.

O dado positivo é o da inflação caminhando para o centro da meta.

A melhora depende dos ajustes das contas públicas e da eventual aprovação da reforma da Previdência.

Se houver queda da inflação e dos juros já será um alento nesse processo de recuperação econômica.