0:00
0:00

Afago de Temer a Doria está mais para fardo do que para apoio

  • Por Jovem Pan
  • 11/08/2017 10h25
Marcelo Chello/Estadão ConteúdoO apoio do presidente mais impopular da história recente do País está mais para um fardo

O presidente Michel Temer atribui ao governador Geraldo Alckmin a responsabilidade pelos 11 votos que tucanos paulistas deram na Câmara pelo afastamento do cargo no caso da denúncia por corrupção passiva.

Temer afagou o prefeito de São Paulo, João Doria, para dar o troco no governador. O afago aprofundou o desconforto entre os tucanos. O peemedebista abriu as portas do partido para o prefeito de São Paulo, João Doria. O PSDB, pelo visto, não o reconhece tanto.

Para quem quer se manter no páreo de 2018, o apoio do presidente mais impopular da história recente do País está mais para um fardo.

Assista ao comentário completo de Felipe Moura Brasil: