Ceda às leis, Rosa Weber; honre assim a sua toga

  • Por Felipe Moura Brasil/Jovem Pan
  • 29/03/2018 10h35
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilFabio Rodrigues Pozzebom/Agência BrasilEm relação a Rosa, no entanto, perdura uma esperança, em forma de cobrança, de que ela faça jus ao assistente que teve e não ponha todo o trabalho de Moro a perder

O advogado Cristiano Zanin disse esperar que Rosa Weber, na discussão sobre o habeas corpus de Lula, não ceda a pedidos de “ex-assessores ou integrantes do sistema de Justiça”.

É uma referência ao juiz Sergio Moro, que foi assistente de Rosa Weber no julgamento do mensalão e, em sua entrevista ao programa “Roda Viva”, elogiou a “seriedade e qualidade técnica” da ministra do STF.

Moro também disse esperar que o Supremo não volte atrás na autorização à execução da pena após condenação em segunda instância.

Os brasileiros de bem, obviamente, estão com Moro.

A Rosa Weber, cabe seguir a jurisprudência da Corte e votar em 4 de abril contra a concessão de HC ao condenado Lula.

Ninguém espera que Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Celso de Mello e Marco Aurélio Mello façam isso.

Em relação a Rosa, no entanto, perdura uma esperança, em forma de cobrança, de que ela faça jus ao assistente que teve e não ponha todo o trabalho de Moro a perder alinhando-se com os defensores de padrinhos políticos.

Ceda às leis, Rosa Weber; honre assim a sua toga, viva o sono tranquilo dos justos e o povo estará a seu lado.