Desembargador do TRF4 deve dizer não à oferta no STJ em troca da inocência de Lula

  • Por Jovem Pan
  • 03/01/2018 10h35

EFE/Joédson Alves

O jogo é sujo nos bastidores da República, mas Laus deveria dizer “não, obrigado. Lula condenado

Em 5 de agosto de 2015, Dilma estava perdida porque não podia comprar o juiz Sérgio Moro no caso de José Dirceu. Dois anos e meio depois, Victor Luiz dos Santos Laus, um dos três desembargadores que julgarão Lula no próximo dia 24, está sendo pressionado a pedir vista da ação ou absolver o petista. Circula a informação de que, em troca, ele poderia ser promovido a ministro do STJ. Ele sabe, no entanto, que é preciso o mínimo de acordo com seus colegas de tribunal para concorrer novamente a uma vaga no STJ. O jogo é sujo nos bastidores da República, mas Laus deveria dizer “não, obrigado. Lula condenado”.

Confira o comentário completo de Felipe Moura Brasil: