Ser mais rigorosa que Dias Toffoli é obrigação de Cármen Lúcia

  • Por Jovem Pan
  • 28/12/2017 10h20
Rosinei Coutinho/SCO/STFEntendo a preocupação dos advogados com a substituição de Dias Toffoli pela presidente da Suprema Corte, diz Felipe

A atuação de Cármen Lúcia será decisiva em 2018. Entendo a preocupação dos advogados com a substituição de Dias Toffoli pela presidente da Suprema Corte. Ela andou negando pedidos de liberdade. Poderia até haver brechas legais para argumentação dos dois lados, mas ficou evidente a atuação política da presidente do STF. Estamos de olho, porque caberá a ela decidir sobre a Adin movida pela PGR contra o indulto natalino.

Confira o comentário completo de Felipe Moura Brasil: