0:00
0:00

Governo estende oferta de vacina contra HPV

  • Por Jovem Pan
  • 17/07/2017 07h59
Marcelo Camargo/Agência BrasilMarcelo Camargo/Agência BrasilA contaminação pelo HPV aumenta o risco de câncer de colo de útero, de vulva, no canal anal, de pênis e orofaringe

O Ministério da Saúde estendeu a oferta de vacina contra o HPV para meninos de 11 a 15 anos incompletos. Desde o início do ano, meninos de 12 e 13 anos já estavam sendo imunizados. Essa ampliação na faixa etária é muito importante porque faz com que os meninos sejam vacinados antes de terem contato com o vírus pela relação sexual, principal forma de transmissão do HPV.

Homens e mulheres transplantados e pacientes oncológicos que fazem quimioterapia e radioterapia também terão direito a vacina. Crianças e jovens de 9 a 26 anos com HIV também podem se vacinar contra HPV.

A contaminação pelo HPV aumenta o risco de câncer de colo de útero, de vulva, no canal anal, de pênis e orofaringe. A vacinação vai diminuir a infecção pelo HPV e pode, consequentemente, diminuir o a chance de aparecimento desses tumores.

Lembrando que as meninas também têm que ser vacinadas. O SUS oferece a imunização para meninas de 9 a 15 anos.

E atenção! Para a vacina contra o HPV ter eficácia, meninas e meninos têm que tomar duas doses em um intervalo de 6 meses. Já as crianças e jovens com HIV devem tomar 3 doses da vacina.

Somos o Instituto Vencer o Câncer. Estamos juntos com você nessa luta. Acesse o nosso site: vencerocancer.org.br