O presidente Michel Temer tem dificuldades em demitir os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, e Moreira Franco, secretário que possui mais status e poder que muitos ministros, braço-direito do presidente no programa de privatizações.

Ambos, assim como o próprio Temer, foram implicados na primeira delação de executivo da Odebrecht a vazar, do empresário e lobista Claudio Melo Filho. Esses, no entanto, são homens de confiança do presidente e amigos de longa data.

Ouça AQUI o comentário completo de Fernando Rodrigues sobre esse e todos os outros assuntos abaixo 

PEC

a PEC do teto dos deve ser votada e aprovada com tranquilidade no Senado. Enquanto isso, a Câmara começa a tramitação da reforma da Previdência, mesmo que seja algo mais formal, protocolar.

Agenda

Apesar de estar preocupadíssimo com as delações da Odebrecht, o governo Temer tem uma importante agenda de medidas para votar no final deste ano.

Ainda nesta segunda, o juiz Sergio Moro ouve testemunhas de acusação no processo contra o ex-presidente Lula.

Ouça a agenda completa no áudio do link acima.