0:00
0:00

Assista ao vivo

Acusações contra cúpula da carne no Brasil causam indignação

  • Por Jovem Pan
  • 17/03/2017 14h02
Divulgação/Polícia FederalOperação Carne Fraca foi deflagrada na manhã desta sexta-feira (17)

Joseval Peixoto fecha o Jornal da Manhã destacando a indignidade que atinge a cúpula da carne no Brasil.

É inacreditável o que está no conteúdo dessa notícia. A operação da Polícia Federal “Carne Fraca” tem como foco a venda ilegal de carnes pelos principais frigoríficos do País, como a BRF, a JBS e a Seara.

A Justiça Federal do Paraná determinou o bloqueio de R$ 1 bilhão das empresas investigadas.

Aqui está a corrupção do ministério da Agricultura: fiscais, através de propina, facilitavam a produção de produtos adulterados, sem fiscalização.

A investigação revelou até mesmo o uso de carnes podres maquiados por ácido e a reembalagem de produtos vencidos.

A sociedade vai exigir um pronunciamento urgente e imediato das grandes companhias envolvidas.

Essa indignação não é apenas do jornalista.

O juiz Marcos Josegrey da Silva, 4ª Vara Federal do Paraná, que determinou as prisões, disse que “é um cenário desolador” que ele encontrou. Determinou 27 prisões preventivas, 11 temporárias e 184 mandados de busca e apreensão.

São 1.100 policiais envolvidos em diversos Estados.

A sociedade brasileira, fascinada com as lindas publicidades estampadas nos jornais, rádios e televisões, aguarda um pronunciamento.

Não é admissível que essas bilionárias possam reutilizar carne podre e empurrá-la para o consumo do cidadão brasileiro.