Ainda há uma banalização do arbítrio

  • Por Jovem Pan
  • 18/12/2017 10h40
EFE/Antonio LacerdaQual a razão para ter prisão temporária de cinco dias se ele pode manter silêncio? Ou então a condução coercitiva quando a pessoa sequer foi intimada a comparecer

Tenho protestado contra as chamadas prisões temporárias, que eu entendo arbitrárias, e as conduções coercitivas. Isso em razão do desrespeito ao conceito de cidadania. Qual a razão para ter prisão temporária de cinco dias se ele pode manter silêncio? Ou então a condução coercitiva quando a pessoa sequer foi intimada a comparecer. É a banalização do arbítrio. A detenção é rápida e seus efeitos são devastadores para a reputação das pessoas.

Confira o comentário completo de Joseval Peixoto: